Esta publicação destaca precipuamente as inferências dos filósofos gregos, feitas há mais de 22 séculos, sobre os diâmetros da Terra, do Sol e da Lua, e sobre as distâncias relativas entre esses três corpos celestes. É interessante constatar que, na própria concepção filosófica grega, a Terra era tida como esférica, tendo mesmo sido calculado por interessantes inferências observacionais o seu diâmetro, bem como os diâmetros do Sol e da Lua. É o que expõe a publicação, da mesma forma como as inferências observacionais permitiram calcular também as distâncias entre a Terra e a Lua, e entre a Terra e o Sol.

por Dr. Ruy Carlos de Camargo Vieira

por Dr. Ruy Carlos de Camargo Vieira

Editado pela Sociedade Criacionista Brasileira, em outubro de 1996, com 28 páginas.

Formato: 15 x 22 cm (brochura)

Coleção Planeta Terra

 

Esta publicação destaca precipuamente as inferências dos filósofos gregos, feitas há mais de 22 séculos, sobre os diâmetros da Terra, do Sol e da Lua, e sobre as distâncias relativas entre esses três corpos celestes. É interessante constatar que, na própria concepção filosófica grega, a Terra era tida como esférica, tendo mesmo sido calculado por interessantes inferências observacionais o seu diâmetro, bem como os diâmetros do Sol e da Lua. É o que expõe o livro, da mesma forma como as inferências observacionais permitiram calcular também as distâncias entre a Terra e a Lua, e entre a Terra e o Sol.

Um apanhado histórico expõe de forma resumida as contribuições dadas para essas inferências pelos filósofos Tales, Anaximandro, Pitágoras, Anaxágoras, Platão, Aristóteles, Aristarco, Arquimedes, Eratóstenes e Hiparco.

É feita referência, na publicação, à obra de Jeffrey Burton Russell intitulada “Inventing the Flat Earth”, (posteriormente traduzida pela Sociedade Criacionista Brasileira e publicada em parceria com a Universidade de Santo Amaro), na qual o autor ressalta que “falácias ou mitos (como este da Terra plana), … originam um ciclo de mitos … que se torna tão inserido em nossos pensamentos … que ficamos convencidos de que as pessoas da Idade Média e do mundo antigo tinham que ser muito ignorantes”.

A intenção desta publicação é exatamente ressaltar que o ser humano recebeu “no princípio” uma revelação precisa desses conceitos relacionados com a Geometria do Sistema Sol-Terra-Lua, que se manteve no decorrer dos séculos, embora tendo sofrido certa degradação eventual, que acabou dando origem a mitos não condizentes com a realidade.