CONDIÇÕES CLIMÁTICAS E LONGEVIDADE
NÚMERO 8 – SETEMBRO 2000 / MARÇO DE 2001 – ANO 30
SUPLEMENTO DA FOLHA CRIACIONISTA NÚMERO 63/64

 

A LONGEVIDADE NA ANTIGÜIDADE CLÁSSICA

Para ilustrar os limites de longevidade atingíveis nos tempos históricos, fazemos referência, a seguir, às idades de alguns dos “sábios da Grécia”, cujas biografias encontram-se na publicação “Gênios da Humanidade”, de autoria do célebre Isaac Asimov (recentemente falecido), editada em 1964 pela Editora Bloch, e que foram citados na publicação da Sociedade Criacionista Brasileira intitulada “A Geometria do Sistema Sol-Terra-Lua – Inferências dos filósofos gregos sobre diâmetros e distâncias, feitas há mais de 22 séculos”, por terem deixado declarações referentes ao tema dessa publicação. Esses dados desmentem afirmações freqüentemente feitas com propósitos velados de defender a tese de que tem havido uma “evolução” na longevidade do ser humano. O que se verifica, na realidade, é a veracidade da declaração bíblica a respeito do limite de 70 a 80 anos como termo médio da vida humana após o dilúvio!

Anaxágoras 72 anos   Arquimedes 75 anos   Hiparco 70 anos
Anaximandro 64 anos   Demócrito 90 anos   Pitágoras 85 anos
Anaxímenes 70 anos   Eratóstenes 80 anos   Platão 80 anos
Aristarco 70 anos   Eudoxo 53 anos   Possidônio 85 anos
Aristóteles 62 anos   Heráclito 73 anos   Tales 78 anos

A LONGEVIDADE EM NOSSOS DIAS

Têm sido registrados muitos casos de pessoas que supostamente morreram com idade superior a 100 anos. A Encyclopaedia Britannica, Macropaedia, vol. 10, p. 912, no verbete Lifespan apresenta alguns casos interessantes, como os transcritos abaixo:

Casos sem registros confiáveis

· Thomas Parr, falecido em novembro de 1635, com a idade presumível de 152 anos.· Henry Jenkins, falecido em dezembro de 1670, com a idade presumível de 169 anos.· Catarina, Condessa de Desmond, falecida em 1604, com a idade presumível de 140 anos.

Casos com registros confiáveis

· Christian Jacobsen Drakenberg, nascido em 18 de novembro de 1626 e falecido em 9 de outubro de 1772, com 145 anos e 325 dias.· Pierre Joubert, nascido em 15 de julho de 1701 e falecido em 16 de novembro de 1814, com 113 anos e 124 dias.· Outros seis indivíduos que viveram mais de 110 anos

Expectativa de vida saudável atual

Em seu relatório anual sobre a saúde no mundo, a organização Mundial da Saúde publicou em junho de 2000 um “ranking” da expectativa de vida em vários países do mundo, destacando-se nele a posição do Brasil em 111º lugar, com 59,1 anos.

Christian Drakenberg (Foto da revista Life)

A título de comparação, os primeiros países desse “ranking” foram o Japão, com 74,5 anos, a Austrália, com 73,2, a França, com 73,1, e a Suécia, com 73 anos.

A LONGEVIDADE HUMANA COMPARADA COM A DE ALGUNS ANIMAIS

Por analogia com o que se verifica com os animais, como por exemplo o cão e o cavalo, a expectativa de vida humana deveria ser seis vezes maior do que a idade em que é atingida a plena maturidade, o que estenderia a longevidade humana a pelo menos 150 anos! Pesquisadores hoje acham que esse limite pode não só ser atingido, como muito bem ser superado, em face de melhor educação sanitária, novos remédios, novos tratamentos de saúde, alimentação mais balanceada, controle das doenças crônicas e progressos da medicina preventiva em geral.

(Quadro publicado na revista Life)

A propósito, lembramos que a Sociedade Criacionista Brasileira, com este seu número especial, está comemorando o seu trigésimo ano de vida, termo este, bastante superior ao da maioria das publicações periódicas brasileiras …

     

 

 PARTE 3

PARTE 5